UIVANDO PELO MUNDO ...

Seja bem vindo ao Uivo da Loba

center>

domingo, 15 de agosto de 2010

Se Minhas Mãos Pudessem Desfolhar




Eu pronuncio teu nome

nas noites escuras,

quando vêm os astros

beber na lua

e dormem nas ramagens

das flolhas ocultas.

E eu me sinto oco

de paixão e de música.

Louco relógio que canta

mortas horas antigas.



Eu pronuncio teu nome,

nesta noite escura,

e teu nome me soa

mais distante que nunca.

Mais distante que todas as estrelas

e mais dolente que a mansa chuva.



Amar-te-ei como então

alguma vez? Que culpa

tem meu coração?

Se a névoa se esfuma,

que outra paixão me espera?

Será tranqüila e pura?

Se meus dedos pudessem

desfolhar a lua!!



Federico García Lorca

6 comentários:

Lou Albergaria disse...

Que poema lindo!

Parabéns pelo post!!!

Beijos!!!

MEUS PENSAMENTOS disse...

belo amiga querida como é bom ter a sua visita ! bjs!

Menina Robô disse...

Olá... Loba,
do poste de hoje o que mais gostei
foi a imagem, muito linda e apaixonante.

Estou voltando aos poucos.

Beijos Saudosos!

Valéria Gomes disse...

Poema e foto lindos, mas essa foto é de tirar o fôlego, linda demais.

Beijos!!!

Valéria Russo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Valéria Russo disse...

meninAS..
VCS HEIM!!!!KKK
OBRIGADA POR TODO O CARINHO DE VCS.
BJUIVOS NO CORAÇÃO .

E AS LOUCAS HORAS

NÃO COMPRE ANIMAIS, ADOTE!!!BICHO É TUDO DE BOM .

NÃO COMPRE ANIMAIS, ADOTE!!!BICHO É TUDO DE BOM .