UIVANDO PELO MUNDO ...

Seja bem vindo ao Uivo da Loba

center>

segunda-feira, 14 de abril de 2014

Tempo – Morte
Corroendo
As grandes escadas
Da minha alma.
Água. Como te chamas?
Tempo.
Vívida antes
Revestida de laca
Minha alma tosca
Se desfazendo.
Como te chamas?
Tempo.
Águas corroendo
Caras, coração
Todas as cordas do sentimento
Como te chamas?
Tempo.
Irreconhecível
Me procuro lenta
Nos teus escuros
Como te chamas, breu?
Tempo.

Hilda Hilst
in “Da morte. Odes mínimas.”

Uivo da Loba

Um comentário:

Rute disse...

Oi querida, fiquei muito feliz com o seu comentário
Desejo-lhe muitas felicidades a você e a Bah ai em Portugal, espero de verdade que sejas muito feliz, li no seu blog que está com um novo amor. Felicidades a voce, Bah e o novo amor
EEEEEEEHHH, QUE COISA BOA , O AMOR É LINDO, muito feliz por você. GrANDE BEIJO

E AS LOUCAS HORAS

NÃO COMPRE ANIMAIS, ADOTE!!!BICHO É TUDO DE BOM .

NÃO COMPRE ANIMAIS, ADOTE!!!BICHO É TUDO DE BOM .